RIO BRANCO DO SUL

NOTÍCIAS:

Todas as principais notícias da região metropolitana, do Brasil e do mundo centralizados em um só lugar.

Queiroga anuncia o fim da emergência sanitária de Covid no Brasil

Queiroga anuncia o fim da emergência sanitária de Covid no Brasil:

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse na noite deste domingo (17), em cadeia de rádio e TV, que o governo irá publicar nos próximos ato normativo colocando fim na emergência sanitária provocada pela Covid-19.

Em sua fala, o ministro destacou investimentos federais na pandemia e prestou solidariedade às vítimas da doença.

Desde fevereiro o ministro vem tratando publicamente do assunto. Nos bastidores pesam há muito tempo nesse sentido a pressão do Palácio do Planalto, tendo em vista que o presidente Jair Bolsonaro (PL) irá disputar a reeleição, e a expectativa do ministro de ser reconhecido como o gestor que terminou com a crise sanitária no Brasil.

imagem18-04-2022-01-04-37O médico cardiologista Marcelo Queiroga, indicado para ser o novo ministro da Saúde, e o atual ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, falam à imprensa no Ministério da Saúde.

A chamada Espin (Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional) dá lastro ao uso emergencial de vacinas, compras sem licitação e outras regras ligadas à pandemia.

Somente no Ministério da Saúde, 170 regras podem ser impactadas com o fim da emergência sanitária.

Entre as mais sensíveis está a autorização de uso emergencial de vacinas e remédios. Pessoas que têm trabalhado no assunto dizem que estudam um meio de não prejudicar o uso da Coronavac, que tem autorização emergencial.

As vacinas da Pfizer, Janssen e AstraZeneca/Oxford já têm o registro definitivo e não sofreriam nenhum impacto com o fim da emergência sanitária.

Desde o seu início, a pandemia de Covid-19 causou oficialmente a morte de mais de 660 mil brasileiros. Bolsonaro sempre foi um crítico das medidas preconizadas pela Organização Mundial da Saúde, alegando supostos malefícios mais graves com a paralisia da economia, e estimulou discursos e práticas negacionistas por vários meses, entre elas o uso de medicamentos comprovadamente ineficazes contra a doença.

No final de março, a Saúde finalizava um documento que seria entregue ao ministro para que ele tomasse a decisão sobre a possível revisão no estado de emergência. Nele, estavam sendo considerados dados epidemiológicos, da rede de assistência do SUS e as normas que sofreriam impacto com a decisão.

Gestores do SUS afirmam que não são contra o fim da emergência sanitária em decorrência da redução do número de mortes e casos de Covid-19 no país, mas tentam convencer o Ministério da Saúde que seja adotado um prazo de transição de 90 dias. Além disso, propõem um plano de comunicação de risco e um plano de retomada da normalidade.

O Conass (Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde) defende disse que esse plano contenha três eixos.

Indicadores de controle (definição de uma taxa de novos casos e internações que possam representar risco para a região), um sistema de vigilância integrado entre casos de Covid-19 e influenza (nesse ponto pedem que a vacina da Covid-19 seja incorporada ao Programa Nacional de Imunizações) e a avaliação da capacidade instalada dos estados para dar assistência aos casos de Covid longa e outras condições que pressionam o serviço de saúde.

Depois de prometer declarar o fim da pandemia da Covid-19, tarefa que cabe apenas à OMS (Organização Mundial da Saúde), Queiroga modulou o discurso e passou a trabalhar nos preparativos para encerrar a Espin, datada de fevereiro de 2020.

“Devemos, a partir do início do mês que vem, com a decisão do ministro da Saúde de colocar fim à pandemia, voltarmos à normalidade no Brasil”, disse Bolsonaro em meados de março.

Queiroga e Bolsonaro chegaram a prometer acabar com a pandemia no Brasil e declarar que a Covid-19 se tornou uma endemia.

O plano era reforçar a versão de que o governo venceu a crise sanitária, além de desestimular o uso de máscaras e outras medidas de proteção contra o vírus.

Como mostrou a Folha, o ministro Queiroga modulou o discurso ao ser alertado por auxiliares que não tem poder de encerrar a pandemia. O ministro conseguiria apenas revogar a Espin. Esse seria o principal caminho para esvaziar as restrições contra a Covid.

A Saúde passou então a mirar o fima de regras que são tidas como desnecessárias neste momento,Algumas independem da Espin. O governo federal já recomendou dispensar o uso de máscaras em ambientes de trabalho de estados e municípios com número de casos da Covid considerado “baixo” ou “moderado”.

As mudanças foram feitas em portaria conjunta do Ministério do Trabalho e do Ministério da Saúde.Queiroga, inclusive, vai trabalhar sem máscara no Ministério da Saúde desde março. O ministro deixou de usar a proteção em decorrência do decreto do governador Ibaneis Rocha (MDB), que flexibilizou o seu uso no Distrito Federal.

Pela regra, a máscara deixou de ser obrigatória em locais abertos e fechados. Outros estados e municípios também já realizaram a flexibilização.

O governo estado de emergência em saúde pública no dia 4 de fevereiro de 2020. Essa medida pode ocorrer em casos de emergências epidemiológicas (como o coronavírus), desastres e desassistência à população.

Desde então, uma série de ações foram tomadas, como a aprovação do uso emergencial de uma vacina pela primeira vez no país, que ocorreu em janeiro de 2021.

Além disso, houve contratações sem licitações e a emissão de créditos extraordinários, que não são computados dentro do teto de gastos.

Em maio de 2021, a Secovid (Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19) foi criada, por meio de um decreto, para coordenar as ações durante a emergência em saúde pública. Na prática, ele perde sua função caso haja o fim da emergência sanitária.

RIO BRANCO DO SUL

NOTÍCIAS:

Todas as principais notícias da região metropolitana, do Brasil e do mundo centralizados em um só lugar.

Greve no INSS acaba e peritos voltam ao atendimento nesta segunda (23)
Greve no INSS acaba e peritos voltam ao atendimento nesta segunda (23)

Greve no INSS acaba e peritos voltam ao atendimento nesta segunda (23)

23 de maio de 2022 Noticias

Fim da greve! Os peritos médicos do INSS anunciaram na última sexta-feira (20) o fim da paralisação, com a retomada do atendimento aos beneficiários do instituto a partir desta segunda-feira (23). Segundo a ANMP (Associação Nacional dos Médicos Peritos), todas as 18 reivindicações da categoria

Leia a matéria completa:
Corpo encontrado em Rio Branco do Sul na manhã desta segunda-feira 23
Corpo encontrado em Rio Branco do Sul na manhã desta segunda-feira 23

Corpo encontrado em Rio Branco do Sul na manhã desta segunda-feira 23

23 de maio de 2022 NoticiasRioBrancodoSul

Na manhã desta segunda-feira 23, foi encontrado um cadaver em Rio Branco do Sul, a PM deu atendimento a um achado de CADÁVER no bairro Jardim Garcia, até o momento ainda não se sabe o motivo da morte, o nome da vítima também não foi

Leia a matéria completa:
Um acidente foi registrado na noite de ontem 22, na Rodovia dos Minérios
Um acidente foi registrado na noite de ontem 22, na Rodovia dos Minérios

Um acidente foi registrado na noite de ontem 22, na Rodovia dos Minérios

23 de maio de 2022 NoticiasRioBrancodoSul

O motorista de primeiro nome Adriano que trabalha no transporte da saúde em Itaperuçu. Sofreu um grave acidente na Rodovia dos Minérios na noite deste ultimo domingo (22), seu carro foi arremessado cerca de quinze metros para fora da rodovia.A vítima felizmente teve apenas ferimentos

Leia a matéria completa:
Relator do projeto das fake news diz que STF pode regular tema se Câmara não aprovar proposta
Relator do projeto das fake news diz que STF pode regular tema se Câmara não aprovar proposta

Relator do projeto das fake news diz que STF pode regular tema se Câmara não aprovar proposta

23 de maio de 2022 Noticias

Relator do projeto das fake news na Câmara dos Deputados, Orlando Silva (PC do B-SP) tem argumentado junto aos partidos da base do governo que aprovar a legislação sobre o tema é importante para evitar que a regulação seja feita pelo Poder Judiciário. “Se não

Leia a matéria completa:
Homem fica ferido após queda de parapente na cordilheira do Santana em Rio Branco do Sul
Homem fica ferido após queda de parapente na cordilheira do Santana em Rio Branco do Sul

Homem fica ferido após queda de parapente na cordilheira do Santana em Rio Branco do Sul

22 de maio de 2022 NoticiasRioBrancodoSul

Um homem de 39 anos até o momento não identificado, precisou ser socorrido pelo helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), após cair de parapente durante o voo, na tarde deste domingo (22), na Cordilheira do Santana, em Rio Branco do Sul.Ele

Leia a matéria completa:
Jovem morador de Rio Branco do Sul sofre atropelamento por motocicleta em Curitiba e acaba entrando em óbito
Jovem morador de Rio Branco do Sul sofre atropelamento por motocicleta em Curitiba e acaba entrando em óbito

Jovem morador de Rio Branco do Sul sofre atropelamento por motocicleta em Curitiba e acaba entrando em óbito

22 de maio de 2022 NoticiasRioBrancodoSul

Um motociclista acabou atropelando um jovem de 24 anos de idade no Centro de Curitiba na noite de ontem sábado (21). A vítima não resistiu aos ferimentos e entrou em óbito no local do acidente. O jovem, identificado como Derick Luan de Oliveira Faria, tentou

Leia a matéria completa:
Paraná está em alerta após queda na vacinação contra Poliomielite
Paraná está em alerta após queda na vacinação contra Poliomielite

Paraná está em alerta após queda na vacinação contra Poliomielite

22 de maio de 2022 Noticias

A Poliomielite (paralisia infantil) é uma doença contagiosa aguda causada por vírus que pode infectar crianças e adultos e, em casos graves, pode resultar em paralisia nos membros inferiores. A vacinação é a única forma de prevenção, sendo que todas as crianças menores de cinco

Leia a matéria completa:
Confusão em condomínio de Curitiba deixa três pessoas em estado grave após serem esfaqueadas por vizinho
Confusão em condomínio de Curitiba deixa três pessoas em estado grave após serem esfaqueadas por vizinho

Confusão em condomínio de Curitiba deixa três pessoas em estado grave após serem esfaqueadas por vizinho

22 de maio de 2022 Noticias

Três pessoas de 30, 32 e 38 anos foram esfaqueadas durante uma confusão em condomínio na Rua São Gabriel, no bairro Cajuru, em Curitiba, no fim da tarde deste sábado (21). Segundo informações apuradas pela reportagem da Banda B no local, um morador teria saído

Leia a matéria completa:

FAÇA O LOGIN