Rio Branco do Sul deu um grande passo para a valorização e o resgate da cultura local

[smartslider3 slider=”2″]
Rio Branco do Sul deu um grande passo para a valorização e o resgate da cultura local, a partir da realização da Oficina de Educação Patrimonial, no Polo Universitário Professora Rosina Costa de Moraes, promovida pelo Departamento de Cultura, da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Cultura em parceria com o Departamento de Planejamento Urbano, da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e o Projeto Patrimônio Cultural Edificado na Região Metropolitana de Curitiba.
Durante a transmissão online na página Facebook da prefeitura, os participantes puderam conhecer as ações de preservação e conservação do patrimônio, preencher formulário de participação e interagir com os organizadores do evento.
Na oportunidade foi apresentado o Projeto Cultural da Região Metropolitana, Conceitos, abrangência, legislações e instrumentos para a preservação do patrimônio cultural e Debate sobre o Patrimônio Cultural de Rio Branco do Sul.
Os participantes da oficina puderam também obter informações sobre o levantamento realizado em 1977, pela Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba), voltado à preservação do acervo cultural.
A partir de 2019, por meio do Projeto cultural Patrimônio Edificado da Região Metropolitana de Curitiba esse levantamento foi revisitado, contemplando pesquisas em mais 13 municípios, que inclui Rio Branco do Sul, com o objetivo de encontrar os patrimônios antes identificados em 1977. De 11 deles, apenas 3 foram identificados no município.
A ideia é gerar o armazenamento digital das informações referentes às 397 edificações inventariadas em Curitiba e região metropolitana e que estão disponíveis no site do projeto www.patrimoniormcom.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *