Em Rio Branco do Sul quem quiser escolher a vacina de determinada fabricante contra a Covid-19 terá que esperar a vacinação de todos os grupos etários para então ser imunizado

Em Rio Branco do Sul quem quiser escolher a vacina de determinada fabricante contra a Covid-19 terá que esperar a vacinação de todos os grupos etários para então ser imunizado. A normativa contida no Decreto nº5910/2021, foi assinada na última sexta-feira, 13, pela prefeita Karime Fayad. Segundo ela, a medida é justificada após o recebimento de comunicado da Secretaria Municipal de Saúde sobre a crescente recusa de pessoas por determinada vacina, o que alertou o município para o risco de prejuízo de toda comunidade, que depende da imunização coletiva para retornar às suas atividades; de atraso no avanço da campanha de imunização e prejuízo à imunização da população e ao combate sistêmico da Covid-19.
Sendo assim, quem se recusar a receber a vacina, além de ir para o final da fila, terá que assinar um termo de recusa.
Em pronunciamento a prefeita falou da importância da vacinação e sua segurança e eficácia, comprovada pela ANVISA, que dá credibilidade ao processo de imunização e tranquilidade a quem for se vacinar.
Em outro Decreto, de nº5911/2021, torna a vacinação contra a Covid por parte dos servidores e empregados públicos municipais um dever, devido à recusa também entre eles. De acordo com a prefeita, essa outra medida é voltada a proteger a vida de todos, tanto do servidor quanto da população que procura por atendimento no serviço público.
Os Decretos nº5910/2021 e nº5911/2021 estão disponíveis na página https://riobrancodosul.pr.gov.br/…/prefeita-karime…/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *