A Saúde de Rio Branco do Sul aprimorou os serviços de marcação de exames de especialidades e consultas eletivas

A Saúde de Rio Branco do Sul aprimorou os serviços de marcação de exames de especialidades e consultas eletivas, para melhor atender e garantir acesso com mais agilidade e eficiência à população, que aguardava há anos na fila de atendimento.
Tudo começa pela Unidade de Saúde, onde os encaminhamentos são gerados a partir das solicitações médicas, por meio de guias devidamente preenchidas e encaminhadas diariamente à Central de Marcação – responsável por fazer o processo de agendamento, principalmente via Consórcio intermunicipal e sistema SUS.
As atendentes de marcação de exames de especialidades Martinha Nazário e Maria Canuto explicam que diariamente são feitas uma média de 120 marcações, somando o total de 8.254 (oito mil duzentos e cinqüenta e quatro) nos 7 meses deste ano, isso sem contar os exames laboratoriais, consultas de ginecologia e cardiologia, realizados no próprio município.
Além das demandas encaminhadas pelas Unidades o diferencial deste serviço está na inclusão de alunos da rede pública municipal, encaminhados principalmente para a realização de exames específicos de identificação do autismo e em seguida direcionados para acompanhamentos médicos e pedagógicos necessários.
Apesar destas melhorias apresentadas as atendentes alertam para o elevado número de desistência de consultas, não desmarcadas pelos pacientes. Só no mês de junho foram registradas 120 faltas às consultas, o que reflete em prejuízo para aqueles que aguardam na fila por atendimento.
Para minimizar esse problema, diminuir o tempo de espera por exames e consultas e garantir o controle nos serviços de Saúde, as atendentes da Central de Marcação estão realizando busca ativa aos pacientes que aguardam há mais tempo pela convocação para realização de exame ou consulta, de modo a comprovar a necessidade do agendamento ou encaminhar a quem realmente precisa.
Destaca-se que apesar dos esforços para dar celeridade ao processo de marcação, como medida de proteção a pacientes e profissionais de saúde, muitas consultas e exames ainda estão sendo restringidos pelo SUS, inclusive não há prestador de serviço para a realização de diversos procedimentos, devido a situação epidemiológica atual de pandemia do coronavírus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *